MWC 2016, Dia 4 - O resumo da ópera

É hora de ir embora e fazer as lições de casa depois de 4 dias de discussões intensas, muito conteúdo, um alto nível de relacionamentos e, é claro, um pouco de diversão.

O MWC 2016 termina deixando algumas tendências bem claras:

  1. IoT - ou a integração de produtos de uso diário com tecnologias e mobilidade - veio para ficar. Alguns nomes podem até mudar, mas o conceito fica.
  2. Na área de redes, termos como 5G, comunicação M2M e interoperabilidade, NFV e SDN vão ganhando força para suportar novos casos de uso.
  3. Em TI, empresas tradicionais,como IBM, se reinventando e trazendo com um approach cognitivo, enquanto os "web players" exploram seu conhecimento sobre o mundo dos apps. Todos eles compartilhando um mesmo espaço e s atenção com as "novas empresas" de mobilidade, como grifes de roupas, materiais esportivos, fabricantes de automóveis, segurança, entre outras.
  4. Atenções voltadas para a realidade virtual! Com a maturidade da tecnologia e das aplicações, novas possibilidades de uso virão à tona. Nestes quatro dias, pudemos ver algumas empresas tradicionais tentando se reposicionar nessa nova era, algumas delas mostrando todo seu apetite, como Ericsson, Samsung, Huawei e Intel.

O MWC continua sendo um espaço de diversidade, com um escopo amplo de empresas, de todos os tamanhos e estilos, e com muitos países sendo representados em espaços dedicados, como Espanha, Tunisia, Dinamarca e o Brasil, com o BrasilIT+. Obrigado por nos acolher!

E como não poderia deixar de ser, tivemos uma forte presença de operadores de telefonia e provedores de serviço, tanto no pavilhão de exposições quanto nos painéis e no público que visitou o evento, buscando entender o alto impacto que essa nova terá nos seus negócios e operações. E o impacto será gigante, afinal, não é todo dia que você se prepara para receber 25 bilhões de "novos consumidores". Essas empresas precisarão revisar seu posicionamento de mercado, decidindo se serão corporações ou provedores de aplicações, bem como suas estratégias de marketing, entendendo como acessar esses novos consumidores e serviços. As redes irão mudar e, no final das contas, as operações terão que ser envolvidas para suportar um novo padrão de flexibilidade, escala e confiabilidade, e, como esperado, tomar a frente das iniciativas de redução de custos por dispositivo e end point.

Aumentar a eficiência, usando automação, analytics e sendo capaz de evoluir continuamente, não são pré-requisitos novos, mas serão ainda mais críticos. Em um mundo de usuários de conhecimento avançado da tecnologia e dispositivos mais inteligentes, as operações também precisam ser inteligentes. Mais de 100 mil pessoas de 204 diferentes países estiveram no MWC este ano e, certamente, toda essa poderosa interação e intercâmbio de ideias deverão fomentar o ecossistema. Para que essa visão seja viável, provavelmente veremos parcerias ainda mais fortes e próximas.

E, finalmente, obrigado Barcelona! Uma cidade linda e emocionante, que nos recebeu tão bem mais uma vez.
Não sei quanto a você, mas eu sei onde eu estarei entre os dias 27 de Fevereiro e 2 de Março de 2017.
Hasta luego, Barcelona, nos vemos no MWC 2017.

04/10/2021
VEAs (Virtual Employee Assistants): o que representam no dia a dia das empresas

Vinícius RégisStrategic Projects Executive Atualmente, é muito comum pensarmos em assistentes virtuais como um suporte para a nossa rotina, como é o caso da Siri ou da Alexa. Frente a este cenário, é fato que esse tipo de tecnologia também pode (e deve!) ser aplicado na rotina de trabalho de empresas que buscam praticidade e […]

LEIA MAIS
01/09/2021
Como construir negócios antifrágeis

Gabriel AraujoHead of Customer Success Criado por Nassim Nicholas Taleb, o termo antifragilidade não é muito comum no mundo dos negócios (tirando, é claro, o ecossistema de investidores financeiros e adeptos do bitcoin, onde ele parece ter se popularizado). Porém, não há como negar que essa palavra é ideal para denominar as empresas que conseguiram […]

LEIA MAIS
24/08/2021
O Futuro do NOC (Network Operation Center)

Gilson MissawaHead de Marketing e Ofertas O que é um NOC? NOC (Network Operation Center ou Centro de Operações de Rede) é uma área responsável por realizar a monitoração ativa da infraestrutura de rede de uma empresa e garantir que ela esteja funcionando de forma adequada para entregar serviços de qualidade e evitar disrupções ou […]

LEIA MAIS

CAMPINAS

TEL.: +55 19 3731.8300

SÃO PAULO

TEL.: +55 11 3509.3000

RIO DE JANEIRO

TEL.: +55 21 3514.5900

MIAMI

TEL.: +1 305 424.8946
A Icaro Tech atua na Transformação Digital das empresas, através de Automação com foco em Eficiência Operacional e Experiência do Usuário.
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram