MWC 2016, Dia 4 - O resumo da ópera

É hora de ir embora e fazer as lições de casa depois de 4 dias de discussões intensas, muito conteúdo, um alto nível de relacionamentos e, é claro, um pouco de diversão.

O MWC 2016 termina deixando algumas tendências bem claras:

  1. IoT - ou a integração de produtos de uso diário com tecnologias e mobilidade - veio para ficar. Alguns nomes podem até mudar, mas o conceito fica.
  2. Na área de redes, termos como 5G, comunicação M2M e interoperabilidade, NFV e SDN vão ganhando força para suportar novos casos de uso.
  3. Em TI, empresas tradicionais,como IBM, se reinventando e trazendo com um approach cognitivo, enquanto os "web players" exploram seu conhecimento sobre o mundo dos apps. Todos eles compartilhando um mesmo espaço e s atenção com as "novas empresas" de mobilidade, como grifes de roupas, materiais esportivos, fabricantes de automóveis, segurança, entre outras.
  4. Atenções voltadas para a realidade virtual! Com a maturidade da tecnologia e das aplicações, novas possibilidades de uso virão à tona. Nestes quatro dias, pudemos ver algumas empresas tradicionais tentando se reposicionar nessa nova era, algumas delas mostrando todo seu apetite, como Ericsson, Samsung, Huawei e Intel.

O MWC continua sendo um espaço de diversidade, com um escopo amplo de empresas, de todos os tamanhos e estilos, e com muitos países sendo representados em espaços dedicados, como Espanha, Tunisia, Dinamarca e o Brasil, com o BrasilIT+. Obrigado por nos acolher!

E como não poderia deixar de ser, tivemos uma forte presença de operadores de telefonia e provedores de serviço, tanto no pavilhão de exposições quanto nos painéis e no público que visitou o evento, buscando entender o alto impacto que essa nova terá nos seus negócios e operações. E o impacto será gigante, afinal, não é todo dia que você se prepara para receber 25 bilhões de "novos consumidores". Essas empresas precisarão revisar seu posicionamento de mercado, decidindo se serão corporações ou provedores de aplicações, bem como suas estratégias de marketing, entendendo como acessar esses novos consumidores e serviços. As redes irão mudar e, no final das contas, as operações terão que ser envolvidas para suportar um novo padrão de flexibilidade, escala e confiabilidade, e, como esperado, tomar a frente das iniciativas de redução de custos por dispositivo e end point.

Aumentar a eficiência, usando automação, analytics e sendo capaz de evoluir continuamente, não são pré-requisitos novos, mas serão ainda mais críticos. Em um mundo de usuários de conhecimento avançado da tecnologia e dispositivos mais inteligentes, as operações também precisam ser inteligentes. Mais de 100 mil pessoas de 204 diferentes países estiveram no MWC este ano e, certamente, toda essa poderosa interação e intercâmbio de ideias deverão fomentar o ecossistema. Para que essa visão seja viável, provavelmente veremos parcerias ainda mais fortes e próximas.

E, finalmente, obrigado Barcelona! Uma cidade linda e emocionante, que nos recebeu tão bem mais uma vez.
Não sei quanto a você, mas eu sei onde eu estarei entre os dias 27 de Fevereiro e 2 de Março de 2017.
Hasta luego, Barcelona, nos vemos no MWC 2017.

01/08/2022
Inteligência artificial em telecomunicações: um investimento inadiável

Ricardo PalmiscianoSolutions Advisor   As projeções da Anatel indicam que o setor de telecomunicações investirá R$33,5 bilhões ao longo de 2022, valor 20% maior em relação ao ano passado, sinalizando ainda que os montantes continuarão crescendo nos próximos anos. A concorrência acirrada por reter e ganhar clientes, bastante característica da área, é um dos fatores […]

LEIA MAIS
13/05/2022
Turbonomic otimiza carga e eficiência em ambientes multicloud

O papel do Turbonomic é otimizar o uso da cloud e garantir o desempenho das aplicações antes que eles afetem a experiência do usuário. A ferramenta é uma plataforma de gerenciamento de recursos da IBM, orientada por inteligência artificial, capaz de otimizar o tempo, identificar problemas de alocação de recursos na Cloud e solucioná-los em […]

LEIA MAIS
05/05/2022
O Process Mining pode e deve ser aplicado em processos focados no cliente

Com as informações obtidas e descobertas pelo Process Mining, é possível verificar a conformidade de procedimentos, pontos de desvios, motivos e tendências pelo qual os clientes escolhem uma ou outra opção oferecida pelo chatbot no atendimento, comparações de comportamentos entre diferentes situações de forma visual, pontos de retrabalhos, lentidões, gargalos e muito mais.

LEIA MAIS

CAMPINAS

TEL.: +55 19 3731.8300

SÃO PAULO

TEL.: +55 11 3509.3000

RIO DE JANEIRO

TEL.: +55 21 3514.5900

MIAMI

sales@icarotech.com
A Icaro Tech atua na Transformação Digital das empresas, através de Automação com foco em Eficiência Operacional e Experiência do Usuário.
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram